quarta-feira, 19 de novembro de 2008

A Locomoção

Os sistemas envolvidos nos movimentos são: o muscular; o esquelético e o articular, reunidos sob o nome de aparelho locomotor.


Os músculos esqueléticos

Os músculos são, em geral, alongados, com tendões nas extremidades e inteiramente revestidos pelo epimísio, uma membrana resistente de tecido conjuntivo fibroso.
Muitos músculos são chamados de antagônicos, pois enquanto um deles se contrai, o outro relaxa. Eles tem grande capacidade de desenvolvimento, aumentando muito em tamanho e força como resposta do exercício, esse aumento se dá pela conseqüência da hipertrofia e da maior capacidade contrátil adquiridas pelo músculo. Ao contrario a falta de exercícios provoca uma perda de massa, e a inatividade prolongada causa atrofia.

Os ossos

Um osso é um órgão formado por vários diferentes tecidos que pode ter diversas funções. Esses ossos estão organizados num esqueleto e, assim, dão sustentação mecânica ao corpo. Muitos deles protegem órgãos ou partes moles, caso das vértebras, das costelas e do crânio.
O esqueleto,é uma importante reserva de certos elementos, especialmente cálcio fósforo e magnésio, que podem ser continuamente trocados com o sangue e outros fluidos corporais, mantendo-se aí taxas mais ou menos constantes.













Fraturas


São os diferentes tipos de ruptura dos ossos, geralmente causados traumatismos ou choques mecânicos. As mais simples são as pequenas fissuras,que aparecem por fadiga ou excesso de tensões sobre o osso. As fraturas simples não chegam a separar o osso,já as complexas partem totalmente, sendo necessário encaixar suas partes novamente no lugar. Graves são as fraturas expostas, nas quais as pontas dos ossos perfuram a pele, sendo visíveis externamente, com sangramento e grande probabilidade de infecções, além do possível comprometimento dos nervos da região. Fraturas cominutivas são aquelas que resultam em vários fragmentos ósseos, que devem ser reconstituídos por meio de uma ou mais cirurgias. Fraturas da coluna vertebral, precisam de cuidados especiais no socorro, pois podem causar fortes pressões, esmagamento e até seccionamento da medula espinhal, lesões essas que podem provocar paralisias.

As articulações

As articulações podem ser relativamente simples, as imóveis, ou bem complexas, as de grande mobilidade.
As sinartroses não tem mobilidade, caso das suturas dos ossos da caixa craniana, que ficam ligados por tecido fibroso ou cartilagem.
As anfiartroses, ou sínfises, têm pequena mobilidade, podendo apresentar uma certa flexibilidade no tecido fibroso que une os ossos.
As diartroses tem boa mobilidade; são as mais numerosas e suas diferentes formas possibilitam variados tipos de movimento, por exemplo, flexão e extensão
Lesões articulares

São comuns os acidentes que causam diferentes lesões nas articulações, especialmente em esportistas.pequenos deslocamentos provocam dores e inchaço local.
Rupturas do menisco são as mais graves e com freqüência é necessária a cirurgia de remoção,uma vez que as cartilagens não tem capacidade de regeneração. Rompimentos dos tendões e de ligamentos muitas vezes também dependem de reparação cirúrgica para que ocorra uma regeneração sem comprometimento dos movimentos do joelho.
Há ainda as graves luxações com o deslocamento total dos ossos, e as comuns entorses,lesões com variado comprometimento de ligamentos e inchaço local.

1 comentários:

JOYCE disse...

por que aqui não tem sistema muscular